16.7.13

já não me lembro


 
Já não me lembro se era uma luz exterior ou de dentro de mim, mas tudo estava incandescente de uma forma natural e o Mundo tinha um amplo sentido exato em todas as coisas.
A certa altura, olhei-me de longe e com o passar do tempo aprendi a esquecer-me de mim.

No entanto, sou cada vez mais
esse vaso de luz
onde a luz me ensina.

 

 

2.Julho.2009

Sem comentários: