15.2.16

VOZES COMUNICANTES




Às pessoas nómadas nos corpos e nas almas
um beijo indelével no rosto ausente
intervalo onde tocamos juntos
a íntima diferença no único coração das coisas.

Sobre as minúsculas ciências dos homens
pousamos a luz urgente de outros olhos
desce sobre nós
a lucidez dos universos vivos.


(in, O Triângulo de Ouro - Editora Justiça e Paz.1988)
- Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores.1987

Sem comentários: