21.6.11

?




em qualquer instante, a voz da espada
a luz a hospedar-se no brilho sobre o bronze
que há-de vir, quando o vislumbraremos mesmo?

ou então direi:

como a Natureza reclamará a sua justiça
1 país abjecto & o seu histórico rumor de águas do mar
das setas enviadas estancamos adiante
um dia destes serás a boca
aberta ás caravelas em flor
lúcidas de espanto, os teus olhos cegos
alguém te indicará o caminho certo
se não fores tu: será
akele que eu sei que já sonha?





(Set.2003)