José Alberto Mar. Com tecnologia do Blogger.

Blogs Brasil

2.5.19

Blog: " Gazeta de Poesia Inédita "



SEM   MARGENS


por vezes vem um outro sol, um outro sal, outra luz
da cintura dos astros ou do fundo da Terra
descendo, subindo, entrando, aclarando
a cabeça, o coração o corpo todo
pois já é outra a resposta que cintila
no esquecimento do olhar
onde caio em mim, como uma gota de água
no mar dentro dos dias todo o tempo é redondo
e reparo nas duas mãos como se fossem
10 os novos caminhos
e no entanto, são tantos & tantos
que me volto a calar.



( J.A.M. ~ poema inédito, anos 80. Rascunho Nº 96)
Publicada  a versão do rascunho Nº 94,a convite do poeta José Pascoal



Sem comentários: