25.4.11

Olá !


Se aki chegaste, já aqui estás.

Como nada é por acaso na vida, pelo sentido naturalmente
natural das próprias leis imutáveis do Mundo , então amigo,
amiga, desconhecido  &  não
colhe por aqui alguns dos
(teus) frutos
& se te acontecer encontrá-los
sacia a tua sede, ampara-me
esta dor de  estar  tão só, feliz
pois, eu
sentir-te-ei-saber-te-ei
tenhas tu o nome, a cor, o credo que tiveres
e um raio que os parta a todos os
makakóides
que nos dividiram nestas merdas !

Depois, segue a tua Vida
e se encontraste por aqui 1 pouco de ouro mesmo
teu
PARTILHA - o  até ao fim
com quem achares que sim.


(c/ amor)

José Alberto Mar (Brasil.2004/ Alterado em 2011)

Sem comentários: