9.9.11

Subtil Tesão






















  desenho artesanal / j.a.m./1982



(...) alguém mesmo ali à minha frente, dançava no ar, com a natural alegria de quem se sente livre e cheia de luz para se dar ao mundo & à Vida
era uma menina linda com aquele ar despojado e solto de quem sente que nada tem a perder por se sentir gente,e, meu deus, chegava a ser bela na sua juventude lisa, pelo corpo a baixo, até às asas dos pés, quando no seu corpo dava curvas repentinas e o ar libertado  refrescava tudo à-volta (...)


- pedaço de texto, escrito algures no Brasil -

Sem comentários: