2.10.11

1 comentário:

Anónimo disse...

Que belo este meu assistir ao bailado das galáxias (!) : as estrelas soltam-se – como as mais arrebatadas quimeras.

Inesperadas …

(Eugénia)